TG/DTA

28 de junho de 2017

Como interpretar curvas de TGA e DSC

Clique para receber o guia de interpretação Grátis 1) TERMOGRAVIMETRIA (TGA) A termogravimetria ou análise termogravimétrica (TGA) é uma técnica da análise térmica na qual a variação da massa da amostra (perda ou ganho) é determinada em função da temperatura e/ou tempo, enquanto a amostra é submetida a uma programação controlada de temperatura. Esta técnica possibilita conhecer as alterações que o aquecimento pode provocar na massa de substâncias, permitindo estabelecer a faixa de temperatura em que elas adquirem composição química fixa, definida e constante, a temperatura em que começam a decompor, acompanhar o andamento de reações de desidratação (perda de umidade), oxidação, combustão, decomposição, etc (Canevaloro, S. “Técnicas de Caracterização de Polímeros”, Artliber Editora, 2004)). No método termogravimétrico convencional ou dinâmico, são registradas curvas de massa da amostra (m) em função da temperatura (T) ou do tempo (t), conforme a equação (1): m = f (T ou t)                                                     (1)   Essas curvas são denominadas curvas termogravimétricas ou, simplesmente, curvas de TGA. As curvas de TGA podem e devem ser derivadas (primeira) registrando-se a DTG (termogravimetria derivada) que fornece informações da derivada primeira da variação da massa em relação ao tempo (dm/dt) ou em função da temperatura (dm/dT), conforme equação (2) […]
31 de agosto de 2015
Análise Térmica Diferencial DTA

Como analisar usando Análise Térmica Diferencial (DTA)

O que materiais tão diferentes quanto polímeros, cerâmicos, alimentos, fármacos têm em comum? Muitas respostas interessantes podem surgir desta questão. Mas a conexão entre eles é que se estes materiais são expostos ao calor podemos observar mudanças nos mesmos. Estas mudanças podem ser úteis e industrialmente importantes, assim como, podem provocar a degradação ou queima, não sendo desejável em alguns casos. Por isto é importante entender e estudar as mudanças térmicas em determinados materiais, assim como, os limites de temperatura aos quais podem ser submetidos sem que se comprometa a suas propriedades. Para auxiliar neste estudo tem-se, entre outras, a análise térmica diferencial (DTA). A análise térmica diferencial (DTA) é a técnica na qual a diferença de temperatura entre a substância e o material de referência (termicamente inerte) é medida em função da temperatura, enquanto ambos são submetidos a uma programação controlada de temperatura. A temperatura é medida por termopares conectados aos suportes metálicos dos  porta- amostras e do material de referência, ambos contidos no mesmo forno. Dependendo da configuração do equipamento, a temperatura de operação pode chegar a 2400°C (Canevaloro, S. “Técnicas de Caracterização de Polímeros”, Artliber Editora, 2004). O termo calorimetria exploratória diferencial (DSC) tem sido motivo de […]
28 de agosto de 2010

Application Brief – TG/DTA

Download de arquivos – PDF TA010e. Descrição: TG/DTA Measurements of Rubber TG/DTA Measurements of Rubber TA016e. Descrição: TG/DTA mesurements of Manganese Dioxide TG/DTA mesurements of Manganese Dioxide TA018e. Descrição: Thermal Analisys of Silicone Rubber Thermal Analisys of Silicone Rubber TA078e. Descrição: Envolved Gas Analysis of Polystyrene using Simultaneous TG/DTA-MS or FT-IR Envolved Gas Analysis of Polystyrene using Simultaneous TG/DTA-MS or FT-IR TA081e. Descrição: Thermal Analysis of Polyactic Acid – Crystallinity and Heat Resistance Thermal Analysis of Polyactic Acid – Crystallinity and Heat Resistance Análises Térmicas